VG&P no JOTA: Planos econômicos – não há divergência sobre os números da conta

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Por Luiz Fernando Casagrande Pereira

Fernando Leal, excelente professor da FVG Direito Rio, revelou sincera preocupação com os impactos do julgamento dos planos econômicos no STF. Em excelente artigo publicado no JOTA, Leal, referindo-se à dimensão da conta que os Bancos teriam de pagar, sustenta que não há confiabilidade nas prognoses. Cita diversos estudos que apontam para números muito discrepantes entre si e conclui que o raciocínio consequencialista fica comprometido diante de tal indefinição. Ao final, sugere que possa ser realizada uma perícia para aferir o tamanho da conta.

É legítima a preocupação do Professor Fernando Leal com a antiga divergência em torno dos números. Hoje, no entanto, depois das últimas decisões do Superior Tribunal de Justiça (STJ) favoráveis aos bancos, é possível dizer que a discrepância é nenhuma. Atualmente o número da conta é, em verdade, consensual, apesar de certa tergiversação dos bancos. E mais: já há uma perícia no processo, produzida pela Procuradoria Geral da República (PGR).

O artigo cita estudos antigos sobre os números da conta que…

Clique aqui para ler na íntegra

Fonte: Portal JOTA

Preencha o formulário e receba outros conteúdos exclusivos sobre o tema

Prometemos preservar seus dados e não utilizar suas informações para enviar spam.
Consulte a nossa Política de Privacidade.

Leia também

Assista aos vídeos