Paraná publica resolução fiscal de adequação ao fim da guerra fiscal

Andressa-Akemi-Saizaki

Andressa Saizaki

Head da área de direito tributário

alberto

Alberto Rene Bruel

Advogado egresso do Vernalha Pereira

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Da equipe de Direito Tributário 

Como desdobramento da Lei Complementar nº 160/2017, que tem a intenção de erradicar a Guerra Fiscal entre os Estados, houve a promulgação do Convênio CONFAZ nº 190/2017, no qual há previsão de que os Estados devem dar publicidade de todos os benefícios fiscais concedidos sem o prévio trâmite e aprovação pelo CONFAZ.

O prazo para publicação desta relação, segundo o Convênio, esgotou-se em 29/03/2018. Procurando cumprir com esta determinação, o Estado do Paraná editou a Resolução SEFA nº 297/2018, que circulou no DOE de 26/03/2018.

A publicação da relação de Regimes Especiais e legislações aplicáveis à benefícios fiscais Paranaenses “irregulares” é importante, porque reafirma a intenção do Paraná em contribuir com o fim da guerra fiscal e adequar-se ao rito necessário para trazer segurança jurídica aos contribuintes afetados pelos benefícios beneficiados listados.

O próximo passo será o registro e o depósito, na Secretaria Executiva do CONFAZ, da documentação comprobatória correspondente aos atos concessivos dos benefícios fiscais (inclusive os correspondentes atos normativos). O prazo do Convênio para este registro é 29/06/2018, para os atos vigentes na data do registro e do depósito, e 28/12/2018, para os atos não vigentes.

O papel dos contribuintes neste momento é conferir se a legislação correspondente ao seu benefício fiscal está na relação publicada e acompanhar os demais desdobramentos e prazos a serem seguidos pelo Estado, garantindo a fruição dos benefícios na forma originalmente pactuada ou prevista na legislação original.

Os reflexos práticos da Lei Complementar nº 160/2017 e do Convênio CONFAZ nº 190/2017 estão apenas no início. Importante que as empresas estejam preparadas e alertas para buscarem os meios adequados de garantia de fruição de seus benefícios.

A área de Direito Tributário do Vernalha Pereira permanece à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos sobre o tema mencionado.

Preencha o formulário e receba outros conteúdos exclusivos sobre o tema

Prometemos preservar seus dados e não utilizar suas informações para enviar spam.
Consulte a nossa Política de Privacidade e saiba mais.

Leia também

Assista aos vídeos